Macarrão com coração de alcachofra e palmito

 

No final do ano passado ganhei uma cesta de natal bem bonita de uma empresa que presta serviços para o local onde eu trabalho. Dentre todos os itens havia um vidrinho com um produto chamado “coração de alcachofra”, o qual desconhecia completamente o seu uso. Criei uma receita simples, mas muito gostosa. Minha mãe diz que é sua comida preferida de todo o mundo, minha futura sogra aprovou e pediu para eu fazer mais de uma vez em sua casa (e já até repetiu a receita sozinha), meu irmão é capaz de comer ½ quilo sozinho, meu namorado sempre repete, até meu primo Leo que é avesso a gulodices comeu mais de um prato.

 

Ingredientes:

  • 1 lata ou vidro de coração de alcachofra picado grosseiramente
  • 1 lata ou vidro de palmito cortado em rodelas
  • 1 lata de creme de leite light (eu acho o creme de leite muito calórico, por isso, prefiro poupar um pouquinho);
  • 1cebola picadinha;
  • 2 colheres de chá de pasta de alho (pode usar dois dentes de alho no local);
  • 1 pacote de macarrão de 500g (eu uso o Barilla, acho mais gostoso);
  • Azeite;
  • 1/2 xícara de azeitonas;
  • Um punhado de salsinha picadinha;
  • 2 caldo de legumes (daqueles que tem menos sal).

 

Preparo:

  1. Cozinhe o macarrão normalmente, ou seja, coloque água para ferver numa panela grande e funda, que pode se rum caldeirão. Quando a água ferver, acrescente um fio de óleo, sal e a massa. Mexa de vez enquando para não grudar. Observe o tempo de cozimento da massa na caixa do macarrão. Atente que o tempo de cozimento pode variar de acordo com o seu fogão e seu gosto.
  2. Quando o macarrão já estiver cozido e escorrido, começo a fazer o “molho” pois é muito rápido. Em uma frigideira grande cubro o fundo com o azeite. Frito primeiro o alho com o caldo de legumes  e depois acrescento a cebola. A cebola tem muita água, se colocamos junto com o alho, o alho não frita direito.
  3. Feito isso, coloco os corações de alcachofra, palmito e azeitonas. Refogo um pouquinho. Acrescento a massa e a salsinha, misturo e abaixo o fogo (ou desligo) e finalmente coloco o creme de leite, mexendo bem para ficar por igual. Não se pode cozinhar o creme de leite se não ele estraga.

 

Anúncios

Sobre Debora Wolf

Debora Wolf é formada em Negócios da Moda (UAM), pós-graduada em Design Gráfico (UAM), Administração de Empresas (FGV) e em Fashion Stylist (FIT-NY). Tem cinco gatinhas Kessy, Magali, Lolla, Lunna e Penélope. Mora em Nova York, mas já morou em Florianópolis, Osasco e Alphaville. Atualmente estuda Image Consulting e Bikini Design também na FIT. Vive mudando de opinião, já foi punk, hippie, punk de novo (e fez uma tatuagem punk rock), capoeirista, nadadora, surfista, Hare Krishna, fitness... Quando criança achou que seria bailarina, na adolescência tirou algumas fotos como modelo, mas descobriu ser muito tímida para posar. Hoje em dia é casada com um iraniano lindo e é completamente apaixonada e feliz. Ama viajar, atualmente tem visitado várias cidades e estados proximos a NYC. Tem mania de escovar os dentes e passar filtro solar. Quando tem tempo livre escreve para o blog, sempre imaginou que seus principais leitores seriam os seus amigos, mas hoje em dia recebe gente que nunca pensou que conheceria. Fez muitos amigos reais que a conheceram do blog. Sejam bem-vindos a minha vida!
Esse post foi publicado em Brasil, Fácil, Lacto-Vegetariana, Pasta e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s